Via Sacra

No dia 27 de Março pelas 10h, decorreu na ERPI São João Baptista a cerimónia religiosa da Via Sacra. Este evento contou com a presença de outras respostas sociais, tais como a ERPI São João de Deus, a ERPI de Bruço e SAD.

Folar à moda da ERPI São João Baptista

Mais uma tarde bem passada e animada para os nossos residentes a confeccionar o folar da Páscoa… Enquanto uns partiram a carne outros prepararam a massa. Foi uma mistura de saberes e experiências que no fim deu forma ao ” nosso folar”, à nossa maneira. Alguém quer provar?

Dia do Pai – Jardim de Infância

Em Portugal, a comemoração do Dia dos Pais está fortemente ligada à tradição Católica, sendo comemorado no dia de São José, 19 de março.

Para celebrar a data especial todos os meninos do Jardim de Infância da Misericórdia convidaram o Pai para uma homenagem ao Dia dos Pais, que se realizou dia 19 de
março a partir das 16:00 horas na Resposta Social de Pré-Escolar (Jardim de Infância).

Motivados pela admiração que sentem pelo seu Pai, oferecem prendas, poemas, Canções e desenhos, tudo realizado em sala de atividades com muita motivação e empenho, para o homenagear.

A presença dos Pais foi muito importante!

I Feira das Profissões

O CLDS+ de Mogadouro em parceria com o Agrupamento de Escolas de Mogadouro, promoveu a I feira das Profissões, onde participaram mais de 85 alunos deste agrupamento.

A atividade, consistiu numa primeira abordagem por parte da psicóloga, que aplicou os testes vocacionais aos alunos, de onde se ficou a conhecer as preferências/aptidões destes jovens para o futuro.

Posteriormente através de um convite a alguns profissionais dessas que se destacaram nos resultados dos testes, para estarem presentes e darem o testemunho do seu trabalho nas diversas áreas , nesta I feira, tivemos a presença de elementos da GNR,

uma Advogada, três engenheiros (Mecânico, Florestal e Química), uma fisioterapeuta, e duas equipas de enfermagem e INEM.

Contamos ainda com a presença De algumas Instituições do Ensino Superior, Universidades e Politécnico, que foram igualmente convidadas a estarem presentes, e divulgarem a sua oferta formativa.

O feedback não podia ser mais positivo, e deixamos o nosso agradecimento a todos os profissionais que proporcionaram aos jovens um conhecimento mais próximo do seu trabalho, ao agrupamento de escolas e a todos os participantes.

Misericórdia de Mogadouro recupera Igreja do século XVI

“Ter património fechado não é vantajoso”. “O património só tem importância se for partilhado pela comunidade”, defende o provedor da instituição que quer abrir a Igreja ao público.

A igreja da Misericórdia de Mogadouro, datada da segunda metade do século XVI, acaba de ser restaurada e vai ser aberta ao culto. A recuperação do templo foi suportada pela Associação de Desenvolvimento do Douro Superior, Câmara Municipal e Misericórdia local.

O provedor da Misericórdia de Mogadouro, João Henriques, a instituição “entrou com 90 mil euros, cabendo a restante comparticipação às outras entidades”, num total de 180 mil euros.

A igreja apresentava sinais evidentes de degradação estrutural, nos altares e noutras peças de arte sacra. “O telhado estava praticamente a cair, as paredes estavam à beira da derrocada e os altares a caírem”, lembra João Henriques.

A grande preocupação da intervenção foi manter toda “a traça original da igreja”, que está situada no centro histórico da vila, próximo do castelo. “Não houve nenhuma agressão patrimonial no templo. Tudo foi executado dentro das mais rigorosas normas”, assegura João Henriques, revelando que a intervenção foi realizada com recurso a empresas sediadas no concelho de Mogadouro.

O templo, onde se venera o Divino Senhor do Passos, só é utilizado, praticamente, em tempo de Quaresma, ma,s após esta intervenção, vai passar a abrir mais frequentemente.

“O património só tem importância se for partilhado pela comunidade”, defende o provedor da Misericórdia de Mogadouro, reforçando: “Ter património fechado não é vantajoso”.

“O que pretendemos é que a igreja seja agora local de culto para os irmãos da Misericórdia de Mogadouro e seus e familiares”, remata.

A construção da Igreja da Misericórdia remonta à segunda metade do século XVI, após o ano de 1559, data marcada pela fundação da Santa Casa da Misericórdia de Mogadouro. A sua fundação ficou a dever-se à acção benemérita de D. Luís Álvares de Távora. O edifício reflecte os estilos arquitectónicos e artísticos do maneirismo e barroco.

Fonte: http://rr.sapo.pt/informacao_detalhe.aspx?fid=29&did=182210

Perigos da Internet

Com o intuito de sensibilizar os mais novos para a necessidade de prevenir comportamentos de risco relativamente ao uso da internet, O CLDS+ promoveu, com a colaboração da GNR, a ação de sensibilização “Perigos da Internet”.

Estiveram presentes 40 crianças, entre os 6 e os 12 anos de idade, inscritas no Centro de Atividades de Tempos Livres da SCMM.