Dia de andar com as mãos na terra.

Os utentes semearam algumas ervas aromáticas tais como: salsa, salva e cidreira, e a pensar nos santos populares também semearam manjericos.

Foi um momento em que os utentes partilharam experiências e reavivaram memórias.

Agora é só regar e deixar brotar e como disseram alguns dos utentes “Quem não semeia, não colhe”.

OUTRAS NOTÍCIAS NOTÍCIAS